proton@protonsistemas.com.br

+55 75 2101 3744

PortuguêsEspañol
Top

Hub de Inovação é a nova aposta para empreendedores de Feira de Santana

Hub de Inovação é a nova aposta para empreendedores de Feira de Santana

O Hub é um equipamento que tem a função de interligar vários computadores em uma rede. Funciona como uma extensão elétrica, permitindo a ligação de vários computadores em um ponto de rede único, distribuindo informações e conexões entre todos os computador nele ligados. No meio corporativo, o conceito tem sido desenvolvido como modelo de gestão estratégica, que possui um olhar diferenciado e inovador de como o micro, pequeno, médio e grande empreendedor pode gerir sua empresa com mais qualidade e lucratividade buscando a inovação.

O Meetup realizado pela comunidade Santana Valley* na sede do Digitaliza Negócios, no último dia 14 de fevereiro, debateu a criação de um Hub de inovação para negócios como objetivo de desenvolver o ecossistema empreendedor da cidade. Foi colocada a proposta de conectar empreendedores e investidores, e demais interlocutores para desenvolvimento de inovação tecnologia e empreendedorismo em Feira de Santana.

A Próton Sistemas foi participante do evento em parceria com o Santana Valley, como também do Núcleo de Inovação Empresarial que se conecta ao Feira Empreende (http://www.feiraempreende.com.br/). O Diretor de Controladoria da Próton, Wilson Prado, compôs um dos grupos de discussão e apresentação de ideias para o Hub, e acredita que esta seja uma oportunidade de consolidar um importante pólo de desenvolvimento tecnológico em Feira de Santana. “O evento foi muito bom e é uma evolução natural das ações em direção a constituição de um pólo de desenvolvimento tecnológico e impulsionamento da inovação na nossa cidade que tem sido apoiado pela Próton e parceiras da área de TI, há muito tempo, desde as ações do NSI e do ITPS”.

De acordo com o professor do curso de Engenharia da Computação da Universidade Estadual de Feira de Santana – UEFS e integrante do Santana Valley, Angelo Loula, a proposta de fomentar um Hub de inovação na cidade tem também o objetivo de tornar o local um ponto de referência. “Será um grande centro de gravidade na cidade onde as pessoas que procuram algo relacionado ao tema saberão onde se desenvolve, atraindo outras oportunidades de novos negócios. Conversamos sobre as possibilidades de atuação deste HUb, que vai envolver conexão, network, mas também oferecer outras possibilidades como cowork, espaço para reunir estas pessoas, realizar eventos, capacitações e treinamentos voltados para esta temática.”, afirma.

Angelo explica ainda que o diferencial de um Hub de Inovação é ser um local de convergência e conexão entre os diversos atores que estão ao redor do ecossistema de inovação, buscando agregar diversas atividades que serão importantes para esse processo. “O interessante deste espaço é que ele consegue realimentar bastante o ciclo de inovação e de geração de novos negócios, conectando novas oportunidades, conectando empreendedores, possíveis clientes e investidores, gerando inovação e realimentando o processo o tempo todo”, explica.

Para o Gerente regional do Sebrae, Isailton Reis, a iniciativa é de grande importância para o ecossistema de inovação. “Penso que com este espaço alcançaremos visibilidade e melhor apoio às Startups de Feira que já são destaque no Estado e no Brasil”, afirma.

Um ponto importante para este projeto apontado por Loula é agregar a Universidade a este processo, como sendo um centro de pesquisa científica, que produz conhecimento de ponta e que pode ser transformado em inovação. “Também buscaremos juntar o braço do Governo para tentar de alguma forma facilitar, viabilizar ou desbloquear o caminho para que o processo de inovação possa acontecer. Além das instituições de apoio que podem ajudar a fomentar o processo como o Sebrae e o Instituto Euvaldo Lodi -IEL do sistema FIEB”. Outro destaque foi dado à criação de uma aceleradora de negócios. “A cidade já demanda isso, ela servirá para aqueles que tem uma ideia, possam conseguir crescer os novos negócios de forma mais estruturada, para não desbravarem o caminho sozinhos.” , comenta.

Outras funcionalidades foram sugeridas ao espaço, como hospedagem de empresas e startups,onde possam oferecer diversos serviços como consultorias em diversas áreas, como jurídico, marketing, jornalismo, além de processos de mentorias. Assim como também um espaço de convivência, cafés, ou tudo que possa reunir estes empreendedores a terem um espaço onde possam se manter reunidos e conectados. “Durante o debate, diversos caminhos foram apontados, imaginamos que isso possa acontecer mais rápido do que imaginamos, acreditamos que alguma coisa bem bacana acontece ainda este ano”, conclui Angelo.

 

*Santana Valley é uma comunidade de pessoas ligadas ao ecossistema de startups de Feira de Santana, buscando colaboração, networking e integração para fazer o ecossistema crescer. Dentre pessoas estão empreendedores, profissionais, investidores, professores, estudantes e entusiastas do mundo de startups e do empreendedorismo.

 

 

Compartilhar
Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário